Pular para o conteúdo

4 negócios que terão muito destaque em um período pós-pandemia

A pandemia do novo coronavírus mudou bastante a estrutura de diversos negócios e o modo de vida da sociedade. Ainda que a ciência consiga oferecer uma vacina com alto potencial de imunidade em um futuro próximo, a readaptação de rotinas é algo que ainda pode perdurar por um bom tempo.
Para salvaguardar a vida de colaboradores, diversas empresas adotaram pelo home office integral, ou de 15 em 15 dias, diminuindo as chances de contágio em massa ao manter os funcionários em um único ambiente.
No entanto, durante a reinvenção forçada do negócio para seguir arcando com os custos da empresa, diversos empresários se viram envoltos a oportunidade de novos negócios que podem ser tendência em um mundo pós-pandêmico. A seguir conheça 4 deles.

1. Negócio online

O famoso e-commerce já dava sinais de grande prospecção em um futuro próximo antes da pandemia. A facilidade de vender pela internet tem se tornado um dos focos principais das empresas, inclusive aquelas com o público-alvo mais jovem.
Com o comércio físico fechado, alguns negócios encontraram na internet a chance de continuarem fazendo receita, elevando ainda mais o valor desse tipo de empreendimento.

2. Restaurantes digitais

Os restaurantes também tiveram que montar uma estrutura online para seguirem funcionando, no entanto, durante esse tempo de paralisação, novos empreendedores nesse ramo investiram capital para funcionar em um ambiente 100% online.
Sem muita projeção do que pode ocorrer no futuro, negócios familiares ou entre amigos surgem para oferecer o melhor da comida caseira a um clique ou mensagem através do Whatsapp.
Apesar de a preferência do consumidor ainda ser pelos espaços físicos, os restaurantes digitais começam a ditar uma tendência de negócio interessante para evitar riscos maiores para a população.

3. Home office e escritórios menores

Os resultados positivos do trabalho remoto nas empresas podem ditar um futuro mais online do que presencial. Isso se deve ao fato de que atualmente, diversas plataformas e softwares conseguem manter as demandas da organização em dia, e os gestores podem acompanhar seus desenvolvimentos.
Impedidas de funcionarem presencialmente, essas empresas tiveram os custos reduzidos de maneira significativa enquanto mantinham o mesmo trabalho de sempre. Como consequência, é possível que a tendência seja diminuir o tamanho dos escritórios enquanto consegue manter alguns funcionários em regime de tele trabalho completamente.

4. Entretenimento online

Outro setor castigado pela paralisação das atividades durante a pandemia foi o cultural, sendo os primeiros a serem obrigados a fecharem as portas, esses artistas e colaboradores foram forçados a oferecerem alternativas online.
O que já era possível com a explosão de ofertas das plataformas de streaming como a Netflix e a Prime Video, a tendência agora é que os festivais de cinema ofereçam suas edições online para o público.
Essa opção também está sendo adotada por museus e espaços culturais diversos que oferecem tour virtual ou ainda a possibilidade de acompanhar espetáculos e outras apresentações diretamente no conforto do lar.
Complexos de cinemas também estão mudando: com a reabertura gradual acontecendo, o processo de compra tem sido realizado online, além das comidas e bebidas serem preparadas separadamente, algo que pode seguir sendo tendência, uma vez que o conforto do cliente é bem maior.
Visite nosso site e saiba mais sobre o espaço coworking.