Pular para o conteúdo

Sobrevivendo X crescendo: como está sua empresa hoje?

Muitos empreendedores não percebem, mas há dois modos de funcionamento para uma empresa: modo de sobrevivência e modo de crescimento. Se o seu negócio não está em um, com certeza está em outro. E é claro que o objetivo de todo empresário é ver sua empresa crescer, lutar para manter suas portas abertas.

A questão é que toda organização, independentemente de seu porte, em algum momento vai passar pelo estágio de modo de sobrevivência. A maioria dos negócios começa assim, inclusive. Mas saber identificar em qual fase a sua empresa está e, mais importante ainda, saber quando é seguro migrar para o modo de crescimento é fundamental.

Quer saber mais sobre este assunto? Então continue lendo e descubra se a sua empresa está sobrevivendo ou crescendo!

Modo de sobrevivência x modo de crescimento

Antes de tudo, vamos te ajudar a identificar os sinais de cada uma destas fases. Dessa forma, você vai poder tirar a dúvida e diagnosticar o estado do seu empreendimento.

Negócios que estão sobrevivendo:

• Estão constantemente em busca de cortar custos;

• Têm um número de funcionários menor que o ideal ou estão em processo de redução do quadro;

• Operam com margens de lucro baixas;

• Procuram adiar seus gastos;

• Estão sempre tentando aumentar as reservas financeiras.

Estes são alguns dos sintomas da empresa que está apenas sobrevivendo. No geral, todos eles apontam para um certo nível de instabilidade e insegurança. Se você consegue determinar metas e objetivos para o seu negócio, mas tem dificuldade de colocar os planos necessários a eles em prática, provavelmente você está aqui.

Negócios que estão crescendo:

• Reinvestem seus lucros (aumentando os custos, ainda que temporariamente);

• Estão em busca de novos talentos ou de ampliação da equipe;

• Criam estratégias de expansão dos negócios e das parcerias;

• Investem em treinamento e infraestrutura;

• Investem em sistemas de recompensa por desempenho.

Se a sua empresa está crescendo, ela tem espaço para investir. É claro que isso não significa se descuidar dos custos, uma vez que a rentabilidade é fundamental para que o crescimento seja sustentável em médio e longo prazo, mas no modo de crescimento, os custos deixam de ser a principal preocupação, uma vez que aumentá-los temporariamente pode ser o caminho para atingir as metas do negócio.

Como, ou melhor, quando migrar do modo de sobrevivência para o modo de crescimento?

Aqui está o pulo do gato: muitas empresas fecham suas portas não porque passaram tempo demais apenas sobrevivendo. Estar em modo de sobrevivência não é necessariamente um mal sinal. O que costuma levar ao encerramento das operações é uma tentativa precoce de passar da sobrevivência para o crescimento, quando a empresa ainda não está preparada, gerando um endividamento muito grande e má execução dos planos de crescimento.

Então, a questão não é tanto como passar de sobrevivência para crescimento, mas quando. Alguns sinais de que o seu negócio está pronto são:

• Seu negócio é elegível para boas linhas de crédito (caso sejam necessárias) e possui os recursos para assumir este compromisso financeiro;

• Sua empresa consegue iniciar a expansão das atividades com o quadro de funcionários atual;

• O fluxo de caixa da organização atingiu ou ultrapassou o ponto de equilíbrio.

Quer descobrir novas formas de operar para ajustar o modo de trabalho do seu negócio à sua situação atual? Entre em contato via WhatsApp e conheça o nosso Coworking!