Pular para o conteúdo

Como está o posicionamento das empresas nos dias atuais?

Com a globalização cada vez mais em alta e presente no cotidiano de boa parte da população, o posicionamento das empresas é de suma relevância para que a marca se mantenha competitiva no mercado.

Embora o conceito de posicionamento seja simples de compreender, desenvolvê-lo, na prática pode custar um pouco mais para a empresa que quer ser lembrada de maneira positiva pelos seus clientes externos e ter a possibilidade de conquistar novos.

A tecnologia possibilitou uma proximidade única entre o cliente e a empresa, o que antes era centralizado nas vendas do mercado físico, hoje precisa ser atualizado de maneira atraente para esse consumidor que está conectado nas redes sociais.

A partir dessa mudança de comportamento, todo o marketing de posicionamento do produto também mudou, fazendo com que as empresas tivessem que estudar novamente esse cliente para entender suas novas demandas.

Mesmo que o marketing envolvido na estratégia do produto siga ainda a estrutura dos 4 Ps (preço, praça, produto e promoção), a comunicação estabelecida precisa sempre de alguns ajustes. Isso se deve ao fato de que o consumidor não quer mais comprar um produto apenas pelo viés econômico, ele quer sentir conexão também com os valores vendidos por trás dessa marca.

Sendo assim, o posicionamento das empresas nos dias atuais, precisa se valer da criação de produtos que atenda as necessidades internas e externas desse cliente. Dentro desse cenário, é importante buscar compreender qual é o ambiente em que está inserido esse público, o que mudou em sua roda de discussão e como está sua vida prática.

Um bom posicionamento é aquele que compreende as dores do cliente e busca mostrar uma solução eficaz capaz de transformar sua rotina para melhor, é a posição em que a empresa praticamente diz ao cliente que ele conseguirá ser mais feliz utilizando sua marca.

Como definir o posicionamento ideal para a empresa?

O posicionamento da empresa irá variar de acordo com as exigências impostas pelo produto e pelo consumidor final. Ela pode adotar mais de uma estratégia desde que esteja inserida em:

1. Posicionamento específico

A empresa deseja mostrar que tem um produto único no mercado, com o melhor preço, melhor qualidade, com tecnologia de ponta etc. Isso pode criar no cliente externo um senso de urgência e vontade de obter o produto.

2. Posicionamento contra concorrente

Nem só de estudar o perfil do público-alvo prevalece o posicionamento de uma marca, ela também precisa entender como seus concorrentes estão lidando com isso e o que eles estão oferecendo de benefícios.

Essa análise de mercado faz com que a empresa adote um tom ainda melhor que o seu concorrente e desenvolva um produto mais atualizado e, às vezes, com uma garantia de durabilidade ainda melhor.

3. Posicionamento de categoria

Diferentes segmentos de mercado evidenciam as marcas que melhor estão se posicionando dentro das demandas presentes naquela categoria, nesse caso, conquistar essa posição pode ser sinônimo de liderança empresarial.

4. Posicionamento por benefício

Nesse caso o que mais vale é a estratégia do marketing aplicado ao produto, é o momento em que a empresa deve pensar: como posso oferecer um bom produto com vantagens exclusivas?

A criatividade imposta pelos brindes do produto ou serviço irá diferenciar a marca dos concorrentes, conquistando mais rápido o cliente que gosta de consumir novidades.

Saiba mais sobre posicionamento de marketing nas empresas através do nosso site.