fbpx

5 Primeiros desafios da jornada empreendedora

  1. Montar um planejamento estratégico – é necessário estruturar sua empresa, estudar seu tipo de negócio, conhecer profundamente o segmento que você irá atuar, verificar tendências, avaliar o mercado, decidir que tipo de produto ou serviço vai oferecer, quem será o seu público, fornecedores… e de posse dessa avaliação, estabelecer a missão, a visão e os valores que irão nortear sua empresa.
  2. Definir produtos ou serviços – ter uma ideia de um produto ou serviço é um ponto de partida, porém não é suficiente, é necessário que essa ideia represente uma oportunidade de mercado, é preciso certificar-se da existência de consumidores interessados em pagar pelo produto ou serviço que será oferecido.
  3. Avaliar a concorrência – conversar com profissionais do seu mesmo segmento, observar, aprender, avaliar as dificuldades enfrentadas, e os pontos positivos, mensurar se o produto que você vai oferecer não terá uma concorrência com a qual você não poderá fazer frente no mercado, quanto a preço de venda, por exemplo, é importante direcionar seu negócio de forma que ele fique com uma boa colocação frente aos demais do mesmo segmento e com chances de prosperar.
  4. Adotar uma boa estratégia de Marketing – é imprescindível um planejamento que possibilite trazer visibilidade ao seu negócio, alavancar vendas e fortalecer sua marca no mercado, e nesse sentido o Marketing Digital traz benefícios e dispõe de ferramentas importantes para auxiliar na prospecção de novos clientes.
  5. Estudar a localização da sua empresa – estar próximo a centros urbanos e todas as facilidades que oferecem tais como: bancos, cartórios, hotéis, restaurantes, universidades, comércio, contadores e etc… para muitos segmentos pode significar um fator preponderante, que tanto pode auxiliar no funcionamento da empresa, quanto auxiliar na prestação de um melhor atendimento ao cliente, é o tipo de benefício estratégico que vai agregar valor ao seu negócio.
  6. Definir sobre os custos operacionais para o funcionamento do seu negócio – estudar detalhadamente, colocando tudo na ponta do lápis, numa planilha bem elaborada com todos os custos fixos: luz, água, telefone, internet, aluguel, condomínio… Não deixando de considerar as contratações que serão imprescindíveis já inicialmente, bem como, os gastos com todas as taxas e honorários contábeis para abertura e regularização da sua empresa.
  7. Regularizar sua empresa – esse passo, apesar de um tanto burocrático, é importantíssimo para seu negócio, uma empresa regularizada tem acesso a crédito, melhor relacionamento com clientes e fornecedores, maior credibilidade junto ao mercado, conta com todas as possibilidades disponíveis para seu crescimento e desenvolvimento, para tanto, conte sempre com os serviços de um bom contador, e tenha claro a necessidade de ter seu negócio regulamentado.

Deixe um comentário

Open chat